22 MAI – 01 JUN | 2022
Datas
🇧🇷 PT
Idioma
Programas Acadêmicos
Categoria
11 dias
Duração

Geografia e Arqueologia Bíblica

Descrição do curso:

Este curso é baseado tanto na historiografia bíblica quanto na arqueologia moderna a fim de analisar o contexto social, político, espiritual e cultural da Bíblia desde os tempos do rei Davi até os tempos de Jesus. A ênfase é colocada nos aspectos científicos, tentando entender o que aconteceu na Terra de Israel nos últimos 3000 anos. Vários períodos da história bíblica serão estudados dentro de seus maiores contextos do Oriente Próximo e da Europa, mencionando assim diferentes povos como os filisteus, assírios, babilônios, gregos, romanos e outros. Através de descobertas arqueológicas tentaremos reconstruir realidades antigas, compreendendo as motivações dos diferentes povos e personalidades que viveram nesta Terra. A metodologia utilizada durante o curso é baseada em três pilares:
– Leitura anterior do material de estudo.
– Aulas na Universidade Hebraica de Jerusalém.
– “Aulas” em campo (in loco) com historiadores ou arqueólogos.

Objetivos do Curso:

1. Compreender o contexto histórico e geográfico da Bíblia.
2. Apresentar aos estudantes as interpretações críticas da história bíblica.
3. Compreender os conceitos básicos da arqueologia e especificamente da arqueologia bíblica.
4. Avaliar as perspectivas dos “maximalistas” e “minimalistas”.

Resultados esperados do estudante:
O estudante:
– Terá conhecimento dos achados arqueológicos mais importantes e sua relação com a história bíblica.
– Terá um entendimento básico das metodologias no campo da arqueologia.- Será capaz de compreender os principais tópicos em arqueologia bíblica.
– Contextualizará a cronologia bíblica e os principais eventos no grande mundo do antigo Oriente Próximo.
– Aumentará seu conhecimento da crítica bíblica.

Exigências:
– Conhecimento da Bíblia. (Mínimo o básico)
– Conhecimento básico da história do Antigo Oriente Próximo.
– Conhecimentos básicos de Geografia Bíblica.
– Conhecimento da cronologia bíblica.

Observações:
– As ministradas na Universidade Hebraica de Jerusalém.
– A maioria das aulas serão ministrada in loco por professores, arqueólogos e historiadores.
– O curso é aberto no geral sem distinção de raça, credo ou religião.
– Está não é uma viagem regular à Terra Santa ou uma peregrinação religiosa, mas um curso acadêmico com visitas de estudos.
– A Universidade Hebraica de Jerusalém e a Moriah International Center não estão ligados a nenhuma religião ou ideologia.
– A Moriah International Center têm o direito de fazer quaisquer mudanças no programa de acordo com circunstâncias especiais.
– A descrição detalhada do pessoal acadêmico será confirmada no momento da confirmação do curso.

Seguindo o programa, há uma descrição dos principais locais que serão visitados durante este curso

INCLUÍDO
Hotéis com meia pensão (café da manhã e jantar)
Acomodação em apartamento duplo
Entradas em sítios históricos, arqueológicos e passeios turísticos conforme roteiro
Guia no idioma em Português/Espanhol
Ônibus de luxo com Wi-Fi
Gorjetas do motorista, guia e maleteiros
Translado:  Aeroporto – Hotel – Aeroporto
NÃO INCLUÍDO
Passagem aérea
Seguro viagem/médico
Almoços +- US$25,00 por dia
Extras no hotel (bebidas, telefonemas, lavanderia…)

 

Dia 1

Domingo 22.05.22

Chegada em Israel, translado ao hotel.

BEM VINDOS!

  • Apresentação do Programa

* Noite em Jerusalém

Dia 2

Segunda-Feira 23.05.22 - Jerusalém

Tema: Introdução à Arqueologia Bíblica

  • Recepção no Ministério de Turismo;
  • Museu das Terras Bíblicas: “Israel entre as Nações: Do Israel antigo até a época de Jesus”;
  • A aula será realizada no Museu das Terras Bíblicas e durante a visita o estudante conhecerá os povos que viveram no Antigo Oriente Próximo desde os tempos de Abraão até os tempos de Jesus. A aula dá ênfase especial ao contexto histórico, geográfico e social da Bíblia.

  • Tour na Universidade Hebraica de Jerusalém, M.A. Ariel Horovitz.
  • Visita guiada, pelo campus de Monte Scopus da Universidade Hebraica onde, além da história, presente e futuro da universidade, conheceremos aspectos relacionados ao contexto geográfico, histórico e bíblico do Monte Scopus bem como aspectos relacionados à arqueologia bíblica.

  • Aula: “A Bíblia: História ou literatura?”, Dr. Adolfo Roitman
  • Esta palestra será apresentada pelo Dr. Adolfo Roitman, curador dos Manuscritos do Mar Morto. Seu profundo conhecimento da Bíblia lhe permite discutir o tema do que é a Bíblia, seu conteúdo literário e seu significado espiritual. A Bíblia, sendo o livro mais lido no mundo, é entendida por muitos como um grande livro literário e histórico, mas para outros ela é o fundamento de sua fé. Uma análise do desenvolvimento do conteúdo da Bíblia como a temos hoje, ajudará o estudante a entender a pergunta e buscar sua própria resposta.

  • Aula: “Jerusalém e o Templo no Judaísmo e no Cristianismo antigos”, Dr. Adolfo Roitman
  • Tanto para o cristianismo quanto para o judaísmo, Jerusalém e o Templo são centrais para o desenvolvimento de sua fé. É na cidade de Jerusalém que o
    Templo foi construído por Salomão, reconstruído por Esdras e Neemias, e completamente remodelado por Herodes, o Grande. Mas o significado do Templo não reside em sua magnificência arquitetônica, mas em seu significado espiritual. Foi no Templo de Jerusalém que os israelitas ofereceram seus sacrifícios e celebraram as festas designadas por Deus. Jesus visitou o Templo em várias ocasiões e muitos eventos durante sua última semana aconteceram em seus tribunais. O Dr. Roitman é considerado hoje entre os estudiosos bíblicos como a principal autoridade do período do Segundo Templo. Sua palestra vai explicar o significado passado, presente e futuro de Jerusalém e do Templo.

* Noite em Jerusalém

Dia 3

Terça-Feira 24.05.22 - Jerusalém

Tema: Jerusalém e o Templo na arqueologia bíblica e helenística-romana

  • Cidade de Davi;
  • Centro Davidson e Parque Arqueológico;
  • Muro das Lamentações.
  • Jerusalém e o Templo eram o centro religioso para o povo de Israel. Muitas das narrativas bíblicas tratam do Templo como o centro da religião de Israel. Hoje existem apenas restos do segundo Templo reconstruído por Herodes, o Grande, mas o que resta do Templo nos ajuda a entender como era importante para o povo de Israel e para os ensinamentos de Jesus. Escavações recentes revelaram túneis que ligam a cidade de Davi ao Templo. No passado, o arqueólogo Eli Shukron trabalhou na escavação da Cidade de Davi, que havia permanecido escondida abaixo da cidade moderna. Os estudantes analisarão o chamado “Palácio do rei Davi”, tendo assim a oportunidade de decidir por si mesmos se o rei Davi era apenas um chefe da tribo de Judá (como argumentam os minimalistas) ou o poderoso rei descrito na Bíblia (como argumentam os maximalistas). Serão analisados os achados arqueológicos da época bíblica, como as bullas e outros artefatos, bem assim a incrível arqueologia do lugar. Se o tempo permitir, os estudantes poderão caminhar pelo túnel de Ezequias. Da Cidade de David, os estudantes podem ter a oportunidade de caminhar até os restos do Templo através dos túneis recentemente descobertos e chegar assim ao Centro Davidson e posteriormente ao Muro das Lamentações.

* Noite em Jerusalém

Dia 4

Quarta-Feira 25.05.22 - Jerusalém

Tema: Jerusalém e o Templo na época de Jesus

  • Monte das Oliveiras;
  • O Monte das Oliveiras, que possui uma vista única da cidade antiga de Jerusalém e em particular do Monte do Templo, tem uma importância suprema nas três religiões monoteistas. O Monte das Oliveiras é citado tanto na Bíblia Hebraica quanto no Novo Testamento e ao longo do tempo foi santificado pelo Judaísmo, o Cristianismo e também pelo Islam. Nessa aula vamos estudar sobre o significado dessa santidade, principalmente para o Judaísmo e o Cristianismo. Também aprenderemos sobre a Geografia Bíblica de Jerusalém na época do Segundo Templo.

  • Escavações arqueológicas no Monte das Oliveiras;
  • Uma oportunidade única de penerar restos arqueológicos que provém da área do Monte do Templo, junto a uma equipe de arqueólogos israelenses que desde mais de 20 anos realizam a tarefa de penerar e limpar diferentes achados arqueológicos de um dos lugares mais sagrados do mundo.

  • Museu de Israel.
  • Nessa aula, o Dr. Adolfo Roitman, Curador dos Manuscritos do Mar Morto, apresentará os mais impactantes achados arqueológicos do mundo relacionados à Arqueologia Bíblica, principalmente os mundialmente famosos Manuscritos do Mar Morto. Além do Santuário do Livro, onde são conservados os primeiros 7 manuscritos achados em Qumran, os alunos conhecerão a Maquete de Jerusalém da época do Segundo Templo e também a Galeria da arqueologia bíblica e época helenística-romana

*  Noite em Jerusalém

Dia 5

Quinta - Feira 26.05.22 - Deserto de Judeia

Tema: O deserto na espiritualidade de Israel

  • Mar Morto;
  • Massada;
  • Qumran
  • Israel como nação começou no deserto após o Êxodo do Egito e o deserto era considerado na época do Segundo Templo como um lugar de retiro espiritual, um lugar onde é possível “renascer”, assim como o povo de Israel nasceu no deserto do Sinai. Justamente nessa época, pequenos grupos de judeus abandonaram as cidades e formaram pequenas comunidades, buscando assim um relacionamento mais próximo com o Deus de Israel. A maioria dessas comunidades se estabeleceram ao redor do Mar Morto sendo dois dos melhores exemplos de tais comunidades Qumran e Massada, a beira do Mar Morto. Qumran, lendário local onde, segundo a maioria dos especialistas, se assentou um grupo radical que pertencia à seita dos essênios e onde se acharam quase 1000 manuscritos antigos escritos em hebraico, aramaico e grego dos quais aproximadamente 25% são textos bíblicos. Visitaremos também a fortaleza de Masada onde Herodes o Grande construiu dois palácios no topo da montanha. Massada também é famosa porque ali um grupo de judeus se refugiou e fez sua última resistência contra os romanos após a destruição do Segundo Templo em 73 EC. Os estudantes verão e experimentarão as dramáticas diferenças geográficas ao viajarem da Judéia para o Mar Morto e através do Vale do Rio Jordão para a região fértil da Galiléia.

* Noite no Mar Morto

Dia 6

Sexta-Feira 27.05.22

Tema: Judaísmo e Cristianismo – Parte I

  • Ein Gedi;
  • Jericó;
  • Beit Shean.
  • Nesse dia estudaremos em sítios arqueológicos que estão relacionados tanto ao judaísmo como o cristianismo. Ein Gedi, um maravilhoso oasis no coração do Deserto da Judeia, é mencionado em 7 ocasiões na Bíblia Hebraica, sendo a história da fuga do Rei David talvez a mais conhecida. Nessa reserva natural focaremos em diferentes histórias bíblicas bem como em nomes de árvores e animais que aparecem na Bíblia e que podem ser vistos hoje em dia em Ein Gedi. Em Jericó focaremos em diversos temas: 1. A importancia da cidade para o judaísmo e para o cristianismo. 2. A história do profeta Eliseu. 3.O conhecido debate acadêmico sobre se as ruínas de Jericó datam da época de Josué. 4. O porque da visita de Jesus na cidade e que podemos saber sobre afigura de Zaqueu? Finalmente visitaremos as ruínas bizantinas da cidade de Beit Shean, local onde, de acordo à Bíblia Hebraica, o corpo do Rei Saul e seus filhos foi exibido pelos filisteus. Essa mesma cidade, denominada em grego com o nome de Scitópolis, foi capital da Decápolis na época de Jesus.

* Noite em Tiberiades

Dia 7

Sábado 28.05.22 - Galiléia I

Tema: Seguindo os passos de Jesus

  • Magdala;
  • Monte das Bem Aventuranças;
  • Corazin;
  • Cafarnaum;
  • Bethsaida;
  • Passeio de barco pelo Mar da Galiléia.
  • Museu do navio da época de Jesus.
  • Os Evangelhos nos dizem que, com poucas exceções, Jesus exerceu seu ministério na Galiléia. Esta aula começará no Monte das Bem-aventuranças, que se crê ser o lugar onde Jesus pregou o que conhecemos como o Sermão do Monte. Aqui, a aula focará em alguns elementos do sermão de Jesus que só podem ser compreendidos dentro de um contexto judaico, a maioria dos quais é desconhecida pelos cristãos. A aula continuará nas ruínas de Magdala junto ao Mar da Galileia. Os Evangelhos não mencionam Magdala, porém conhecemos a figura de Maria Madalena. As escavações indicam que Magdala não era uma cidade pequena, mas um grande centro de processamento de pesca. A sinagoga, da época de Jesus, revela uma cidade rica e uma grande mudança na teologia judaica após a destruição do Templo. Os participantes continuarão visitando Cafarnaum, que segundo os Evangelhos, Jesus fez dela a sua base na Galiléia. A cidade de Cafarnaum foi amplamente escavada, incluindo a casa que se acredita ser a casa de Pedro, que mais tarde se tornou um dos primeiros prédios da igreja. A cidade de Cafarnaum ajuda a compreender o contexto dos Evangelhos. Aqui a aula tentará responder a pergunta porque Cafarnaum foi tão importante no ministério de Jesus e também focaremos sobre a história da cidade, incluindo a magnífica sinagoga do século IV, e.c.. Continuaremos então com o que resta da cidade de Corazin, uma cidade amaldiçoada por Jesus e da qual restam apenas pedras. A classe embarcará num barco, e enquanto navegando pelo Mar da Galileia, falaremos sobre o significado do Mar da Galileia no judaísmo e no cristianismo.

* Noite em Tiberiades

Dia 8

Domingo 29.05.22 - Galiléia II

Tema: Do Reino de Israel até os dias de Jesus

  • Tel Dan;
  • Cesareia de Filipo.
  • Colinas do Golan.
  • Tel Dan é um dos sítios arqueológicos mais impactantes da Terra de Israel que data da época bíblica. Entre os mais destacados achados encontramos uma das portas de entrada a uma cidade mais antigas do mundo chamada de “Porta de Abraham” (sobre o porque do nome será explicado no local), um altar de sacrifícios da século IX ou VIII antes da era cristã, e também os restos da cidade israelita dos tempos do Rei Acab. Não só a arqueologia bíblica se destaca nesse local mas também a geografia e a fascinante vegetação. Em Tel Dan nasce um dos afluentes do rio Jordão! Banias é a antiga Cesareia de Filipo onde o Rei Heordes o Grande construiu um palácio em uma área de templos pagãos onde se rendia culto a diferentes deidades romanas. Esse sítio foi logo a capital da tetrarquia de Herodes de Filipo, filho do famoso Rei Herodes o Grande. De acordo aos evangelhos, Cesareia de Filipo é o local onde Pedro reconhece Jesus como o Messias. As Colinas do Golan, além de ser um local com vistas fascinantes ao Mar da Galiléia, é um lugar relacionado tanto com a história bíblica como a historia moderna do Estado de Israel.

* Noite em Tiberiades

Dia 9

Segunda - Feira 30.05.22 - Vale de Jezreel

Tema: Judaísmo e Cristianismo – Parte II

  • Meggido;
  • Cesaréia Marítima;
  • A cidade de Meggido possui uma riquissima história que data desde há mais de 8500 anos. Na bíblia hebraica é mencionada em diferentes oportunidades como um centro econômico e político de importância. Sua estratégica localização geográfica a situa como um lugar de grandes batalhas, desde a época cananeia e até a modernidade. Em nossa visita a Meggido, focaremos nas citações bíblicas da época do Rei Salomão e do Rei Jozias bem como na Armageddon mencionada no livro do Apocalipse. Conheceremos a variada quantidade de achados arqueológicos da época bíblica e desfrutaremos da maravilhosa vista do Vale de Jezreel. Em Cesaréia Marítima focaremos na história da cidade desde a época do Rei Herodes o Grande até a época bizantina e estudaremos a figura deste polêmico rei que nos deixou uma herança arquitetônica inigualável. Também estudaremos as figuras de Pedro e Paulo e, no geral, a importância da cidade para o cristianismo como assim também a importância da cidade para a história do Judaísmo.

* Noite em Jerusalém

Dia 10

Terça-Feira 31.05.22

Tema: Os últimos dias de Jesus

  • Getsêmani;
  • Igreja São Pedro in Gallicantu;
  • Cenáculo;
  • Torre de Davi: Palácio de Herodes/Poncio Pilatos;
  • Jardim do Túmulo;
  • Tanque de Bethesda;
  • Esta aula levará os alunos aos lugares da cidade de Jerusalém onde verão os locias relacionados aos dias finais de Jesus. Ao visitar esses lugares, será explicado o valor histórico dos locais e seu significado espiritual para o cristianismo. Visitaremos o Getsêmani, onde de acordo à tradição, Jesus orou antes de ser levado como prisioneiro. Os estudantes terão a oportunidade de conhecer um dos prováveis lugares onde Jesus passou a noite na chamada Casa de Caifás na Igreja São Pedro in Gallicantu (o outro provável local não está aberto ao público mas será mencionado durante essa aula). Nesse dia visitaremos a sala que tradicionalmente tem sido aceita como o lugar onde Jesus teve a Última Ceia e analisaremos em que medida esse acontecimento pode ter sido nesse mesmo local de acordo à história e a arqueologia. Também visitaremos os restos do palácio de Herodes e de Poncio Pilato, onde muitos especialistas acreditam que foi o local do julgamento de Jesus. Finalmente, a classe visitará o Túmulo do Jardim e aprenderão as diferentes teorias a respeito dos locais exatos da crucificação e do sepultamento de Jesus, de acordo com o que é mencionado no Novo Testamento.

  • Noite: Cerimônia de entrega dos certificados da Universidade Hebraica de Jerusalém

* Noite em Jerusalém

Dia 11

Quarta-Feira 01.06.22

Traslado ao Aeroporto de Ben Gurion – Boa Viagem!

 


Para mais informações:

Moriah Center Brasil

WhatApp: +55 11 9 8152-0802

E-mail: [email protected]